Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

23.05.21

Quem é Ângelo Correia?


Luís Alves de Fraga

 

Não vou dizer-vos que conheço o verboso Ângelo Correia, pois nunca falei com ele, mas, com ele cruzei-me várias vezes no bairro da Portela de Sacavém, quando ele por lá vivia nos idos de 80 do século passado. Contudo, conheci e fui amigo de quem o conheceu bem quando ele era um jovem estudante no bairro da Ajuda, onde viveu em casa dos pais (segundo vagas informações, não confirmadas, filho de um militar da GNR).

 

Ângelo Correia foi sempre um palavroso, servido por uma dicção onde as entoações convincentes ganham as características de transcrições de autores abalizados, conhecidos e inquestionáveis. Que é muito inteligente, disso não tenho a menor dúvida!

Mas, de inteligente a “autoridade” irrefutável, vai uma enorme distância!

Donde lhe vem o saber sobre Forças Armadas, segurança (foi ministro da Administração Interna há muitos, muitos anos, podendo aplicar-se-lhe as palavras, que utilizou há poucos dias para qualificar os generais de quatro estrelas que se pronunciaram sobre a reforma organizativa das Forças Armadas: “antigo ministro”, e somente isso!) e estratégia nacional, temas sobre os quais sempre botou “falação”, como se de um sábio se tratasse ou, mais modestamente, como se fosse um famoso catedrático de Ciências Militares?

 

Ângelo Correia é, em suma, um sabedor de “coisas várias”, inteligente malabarista da palavra, das ideias, convincente, porque tem jeito para “vender” muito bem o seu produto. Sobre isto não tenho dúvidas! Neste país, com este nível cultural, com esta facilidade em acreditar em milagres e milagreiros, Ângelo Correia tem um lugar de destaque (poderia explicar melhor o seu sucesso, mas não quero, nem tenho paciência para mais).

Se procurarmos na Internet, encontramos vastas provas destas faceta de Ângelo Correia, engenheiro químico de formação inicial (IST), posteriormente, gestor de empresas (ISCTE) e, agora, finalmente, doutor pelo ISCSP, com uma tese sobre estratégia nacional.

Não me quero alongar mais, porque, se desejarem, deixo aqui para lerem, verem e ouvirem alguma das coisas que se diz deste senhor, que gere ou geriu imensas empresas, mas é (?) também um perito (?) em defesa nacional, forças armadas, armamento e mais coisas que me escuso de referir.

 

Para começar vejam o que ele diz à TVI24 (https://tvi24.iol.pt/politica/angelo-correia/reforma-das-forcas-armadas-coordenador-do-psd-arrasa-cavaco-silva-devia-estar-calado) [consultado em 22/05/2021].

Depois, leiam, se estiverem interessados, o que afirma ao semanário “Novo” (http://www.aofa.pt/rimp/O_NOVO_Deputados_do_PSD_nas_maos_do_grande_consultor_da_defesa.pdf), [consultado em 23/05/2021] pois vale a pena, para se perceber coisas sobre a sua insistente defesa na nova lei de reorganização das chefias superiores das Forças Armadas.

Para acabar, transcrevo o que se diz, no “O Tretas”, (https://tretas.org/%C3%82ngeloCorreia), [consultado em 23/05/2021], que me limitei a consultar na Internet:

«Mais uma semana de revelações dos Panama Papers com avenças a políticos, maços de notas esquecidas há 11 anos e os nomes de deputados da Madeira, de Pedro Queiroz Pereira, de Ângelo Correia e da família Champalimaud envolvidos. A ES Enterprises, o offshore conhecido como “saco azul” do Grupo Espírito Santo (GES), terá feito alegadamente pagamentos durante mais de 20 anos que nunca foram conhecidos, avança o semanário Expresso deste sábado, no âmbito da investigação aos Panama Papers.»

Chega, não chega?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.