Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

15.04.20

O fim da pandemia


Luís Alves de Fraga

 

O mundo, quando a pandemia for dada como extinta, não vai ser muito diferente do que já foi, digo eu!

 

O que está a acontecer é que, em muitos países, de forma dita natural, se expurga a sociedade de pesos mortos, porque improdutivos e pouco consumidores: os velhos!

E a vida continuará a ser igual, e refiro-me ao chamado mundo ocidental, pois, rapidamente, as pessoas sobrantes vão aceitar a engrenagem na qual nasceram e cresceram: a do consumo!

Um consumo justificativo do sistema capitalista em que só contam os lucros das grandes multinacionais, das grandes empresas por onde corre o sangue de todo o sistema: o dinheiro.

 

Esta pandemia veio mesmo a calhar!

Provoca uma paragem para realinhamento da máquina capitalista, sendo que ela mesma faz parte de um todo também virado para a reconstrução renovada do capital, pois gera, na paragem, o desejo incontrolado de consumir e, por conseguinte, voltar ao sistema em reparação.

 

As subtilezas do nosso mundo! A alienação em que vivemos!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.