Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

25.02.17

Marquês


Luís Alves de Fraga

 

Nos tempos da quase falência financeira da quase falida Monarquia portuguesa, vendiam-se títulos de nobreza a quem desse mais dinheiro por eles e, daí nasceu a célebre interrogação: «Foge cão, que te fazem barão! Para onde, se me fazem visconde?».

 

Dá-me vontade de, parafraseando esta ideia e usando o título de marquês, gozar com a Procuradoria-Geral da República que, na falta de arranjar "matéria-prima" junto das lixeiras onde ela abunda, "enfia" tudo o que passa "perto" no, longo e sem fundo, "saco da operação marquês".

Quem faltará acusar?

 

Cuidado! Que tenha muito cuidado quem "trabalha" lá para os lados de Alcântara, em devido "regalo", pois não vá o Ministério Público lembrar-se de mexer em passados distantes!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.