Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

30.03.18

Férias de Páscoa


Luís Alves de Fraga

 

Enquanto frequentei o Instituto dos Pupilos do Exército, as férias de Páscoa tiveram vivências diferentes: foram tempo de leitura e cinema ainda antes dos dezasseis anos, foram um tempo de religiosidade e leitura entre os dezasseis e os dezoito, foram um tempo de namoro, passeios e cinemas até aos vinte anos. Depois veio a Academia Militar.

 

As férias de Páscoa, nesse tempo de preparação para a vida profissional, eram o momento de descontracção: cinema, leituras e namoro. Depois, bem, depois deixei de ter férias de Páscoa durante muitos anos.

 

A leitura e o cinema foram, além dos namoros, as minhas grandes ocupações nas férias de Páscoa e não só... Em todas as férias desses anos recuados. Mais tarde a televisão entrou-nos casa dentro e alterou hábitos. Passámos a ser "televisivos" e a leitura começou a deixar de ser fundamental.

Agora, de há uma dezena de anos a esta parte, somos internautas. "Navegamos" na Internet e só alguns lêem livros de papel e, alguns, no ecrã do computador ou do tablet.

 

Agora, nestas férias das férias, uso o computador para escrever os meus trabalhos e para vos escrever.

Vou voltar à minha escrita, mas, antes, quero desejar-vos uma boa Páscoa, na lembrança de que este é, por definição epocal, um tempo de renascimento. Desejar-vos boa Páscoa é desejar-vos um bom voltar à vida.