Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

Pede inquérito e não só...

 

 
Recebi por mensagem electrónica o texto que em seguida transcrevo, da autoria do Coronel Piloto-Aviador José Morais da Silva.
O texto fala por si mesmo e diz o que é necessário dizer, resta que, quem de direito, sempre tão lesto em ler o «Fio de Prumo», seja também, desta vez, suficientemente célere para mandar inquirir e mandar proceder em conformidade com a gravidade dos factos. Gravidade que não se remedeia facilmente nem pode ser passada em branco assobiando para o lado.
 
Segue-se o texto justamente indignado de Morais da Silva:
«Estive hoje presente ao Funeral do Coronel Piloto-Aviador Carvalho Pires e notei que não houve nenhuma cerimónia de Honras Militares!
Estranhei e perguntei aos Oficiais presentes se teria havido alguma alteração às normas vigentes sobre Honras Militares desde que eu passei à situação de Reforma.
Perguntei também se não continuava a ser costume o CEMFA estar presente ou fazer-se representar.
Todos me confirmaram que não tinham conhecimento de qualquer alteração.
Algum Serviço do EMFA estaria ao corrente do funeral pois observei que uma funcionária da Agência Funerária cobriu a urna com a Bandeira Nacional e, concluída a cerimónia, a entregou aos familiares do falecido.
Soube também que os familiares tinham sido informados por alguém do EMFA que haveria honras Militares!
Nada disto aconteceu, os familiares ficaram muito magoados com a falta de consideração por parte da FAP e os Militares presentes ficaram bastante irritados com esta situação caricata e vergonhosa!
 
É tarde para corrigir este erro tão grave, mas sugere-se que o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea abra um inquérito ao sucedido e, enquanto aguarda as investigações, escreva uma carta com pedido de desculpas aos familiares.
 
Para quem não saiba ou já não se lembra, o Coronel Piloto-Aviador Carvalho Pires foi um Oficial que muito honrou a Força Aérea pelo seu heroísmo nas suas comissões no Ultramar, pela sua honestidade e foi um exemplo para todos!
 
José A. Morais da Silva
Cor. Pil. Av. na Reforma»
 

À família enlutada, e por não ter tido conhecimento há mais tempo, apresento as minhas mais sentidas condolências.

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D