Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

30.08.07

No segundo aniversário: um balanço


Luís Alves de Fraga

 
Passa hoje, dia 30 de Agosto, o 2.º aniversário do «Fio de Prumo».
Pode parecer pouco, pode parecer muito. Depende do ângulo pelo qual se olha a questão.
Para mim, na minha idade, parece-me que foi ontem que comecei a escrever para aqui, mas, tomando em conta os números que os diferentes serviços de estatísticas — contador de visitas e apoio do servidor — chego à conclusão de que já deixei muitas páginas lançadas na blogoesfera. Pelos meus cálculos, devem andar por mais de três centenas.
Com efeito, até ao presente momento, tenho 155 postagens que mereceram 696 comentários dos meus leitores. Segundo o registo no servidor do contador de entradas, o «Fio de Prumo» teve, nestes dois anos, 61 268 visitantes, embora, para o público a contagem seja de 54 363 (mistérios que não são facilmente explicáveis). Arriscando-me a uma conta simples, concluo que este blog foi visitado, na média diária, nestes dois anos, cerca de 84 vezes em cada 24 horas.
Estes números deixam-me satisfeito. Acho que cumpri uma missão junto de quem por aqui passou. Tenho, naturalmente, de agradecer aos meus leitores a sua infinita paciência nestes 730 dias.
 
Ultimamente — de há vários meses a esta parte — tenho sido menos assíduo nas minhas postagens, mas, por razões que não vou trazer a público, ando empenhado em projectos que me ocupam e absorvem, quase em absoluto o pensamento. Desde o mês de Junho durmo, em média por noite, cerca de 5 horas, de modo a poder sentar-me à secretária às 6 da manhã com os pensamentos mais ou menos frescos. Em Setembro recomeçam as aulas em toda a sua plenitude e tenho de estar disponível para a leccionação; isso obrigou-me a, nos chamados meses de «férias», trabalhar com maior afinco. O «Fio de Prumo» saiu prejudicado. Mas prometo — neste momento que quero solene — que vou tentar estar mais atento e dar a todos quantos gostam de por aqui passar mais motivos para leitura.
 
Espero, daqui a um ano, poder ter garantido um serviço melhor para satisfação dos leitores e Amigos que me dão a honra de ler estas páginas virtuais cheias de problemas reais.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.