Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

Fio de Prumo

Aqui fala-se de militares, de Pátria, de Serviço Nacional, de abnegação e sacrifício. Fala-se, também, de política, porque o Homem é um ser político por ser social e superior. Fala-se de dignidade, de correcção, de Força, de Beleza e Sabedoria

03.07.13

A ventoinha


Luís Alves de Fraga

 

O texto que se segue é a efabulação de dois anos de (des)governo do Senhor Licenciado Pedro Passos Coelho em Portugal e do que aconteceu aquando da demissão do seu ministro das Finanças, Doutor Vítor Gaspar, e da do senhor ministro dos Negócios Estrangeiros, Licenciado Paulo Portas, Presidente do partido CDS/PP. Ao mesmo tempo constitui, na fase final, uma forma de prece aos poderes taumatúrgicos daquela que no meio celestial é a Rainha de Portugal.

Imagine-se uma ventoinha a trabalhar a toda a velocidade e alguém com um penico cheio de fezes mais ou menos líquidas a despejá-las em frente da dita ventoinha. O que acontece a quem está virado de frente para o referido aparelho? Pois... é isso mesmo!

 

Desde que Passos Coelho tomou posse, há dois anos, o Governo tem vindo a aproximar perigosamente o penico da ventoinha e a derramar o conteúdo em pequenas quantidades. O homem que segurava a asa do penico era o ministro das Finanças e quem lhe dava força era Passos Coelho; Paulo Portas avisava que muitas fezes deitadas de repente iam cagar toda a gente. No dia 1 o Vítor Gaspar resolveu entornar o penico todo de uma só vez; no dia 2 Passos Coelho insistiu para que uma assistente do Gaspar continuasse a sacudir o penico em frente da ventoinha; nesse mesmo dia Paulo Portas disse que não queria saber mais nem do penico nem da ventoinha, pois já tinha a sua conta de merda; nesse mesmo dia Passos Coelho, menino birrento, diz: "Olha Paulo, ficas e ficas mesmo em frente da ventoinha!". No dia 3 Portugal acordou todo cagado de merda e com um Presidente da República a dizer: "Cheira mal! Alguém se "descuidou"!

 

Meus Amigos, daqui para a frente só se safam os altos, porque o vento da ventoinha não lhe chega às faces!

Portugal está no atoleiro. E o atoleiro tem um nome: Europa. E a Europa tem um líder que se chama Alemanha!

Que a Senhora de Fátima tenha dó e piedade de todos nós!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.