Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fio de Prumo



Quarta-feira, 17.02.16

Mau começo

 

Marcelo Rebelo de Sousa, o Presidente eleito por menos de um quarto dos eleitores do colégio eleitoral português, está instalado no palácio de Queluz!

Não sei se dorme lá, se lá come a sandes que leva de casa ou que manda comprar na leitaria da esquina, mas sei que lá trabalha!

Porquê no palácio de Queluz?

 

Isto para mim é indício de um mau começo!

O homem podia utilizar uma qualquer instalação devoluta de um qualquer prédio do Estado, ou, até mesmo de um quartel desactivado! Ou — porque não? — uma ala de pequena dimensão de um quartel em funcionamento. Estaria seguro em todos os sentidos.

Tem receio de escutas inconvenientes? Ora bolas! O tipo que durante mais de uma dezena de anos disse conveniências e inconveniências nas televisões nacionais para todos nós ouvirmos, tem agora receio de ser escutado? Não acredito! E, de certeza, numa instalação militar estaria mais a salvo de ser ouvido do que num velho palácio!

 

Mas palácio soa melhor para Presidente da República! Só que não está de acordo com o facto de ter feito a campanha eleitoral mais barata e de levar sandes para o almoço!

 

E assim se vai por água abaixo a coerência de um tipo! Assim se deixa surgir a demagogia de uma campanha cujo braseiro ainda deita algum calor!

A carícia do Poder é tramada! É necessário ser-se muito forte para lhe saber resistir!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Luís Alves de Fraga às 12:43


1 comentário

De A João Soares a 17.02.2016 às 14:16

Vanitas vanitatum et omnia vanitas (Vaidade das vaidades, tudo é vaidade).
Tudo ultrapassam para defesa da sua vaidade,ostentação e arrogância. Se assim começa, com serão os cinco anos que se vão iniciar?
Abraço
AJS

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829