Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fio de Prumo



Quinta-feira, 19.07.12

Vão brincar com o "Totta"!

 

Finalmente o Governo percebeu que se abater no IRS o valor do IVA que
cada um de nós paga por facturas diversas ganha mais do que se obrigar o contribuinte
ao pagamento de mais IRS!

Um amplo leque de despesas abrangidas por uma disposição que permita um
benefício fiscal para o contribuinte aumenta a cobrança de IVA e, também, de
IRS e IRC. Todos os biscateiros, se passarem recibo, terão de pagar IRS sobre
os valores declarados e, provavelmente, IVA também. É um processo de evitar a
economia paralela.

Como princípio está correcta a ideia. Vejamos.

 

Eu pago à empregada doméstica, mas ela passa-me recibo verde; eu posso
abater no meu IRS uma percentagem do que lhe paguei porque ela vai ser obrigada
a declarar aquela receita para efeitos fiscais e eu terei de passar o
comprovativo de pagamento do serviço que me foi prestado. Eu pago no
restaurante e incluo a despesa na minha declaração de rendimentos, beneficiando
de uma redução no IRS, estou necessariamente a obrigar o restaurante em causa a
ter escrita contabilística e a liquidar os seus encargos fiscais. Se
multiplicarmos todas as minhas despesas e sobre elas houver um significativo
desconto de IRS eu e todos os cidadãos estamos a actuar como agentes
fiscalizadores da administração central contribuindo para o fim da economia
paralela que só é boa para quem dela pode beneficiar, mas é péssima para a
Nação em geral, pois a carga fiscal irá recair sobre quem não pode fazer
falcatruas. Mais. Sou até de opinião que a denúncia policial de quem foge ao
pagamento de impostos deveria ser premiada de uma qualquer maneira, pois
trata-se de proceder ao saneamento da economia e de obrigar ao fim da fraude
através de uma consciência cívica que não existe. Quem não paga impostos está a
prejudicar todos aqueles que os pagam! O “xico espertismo” não pode ser
apaparicado, porque ele constitui a plataforma de onde parte toda a corrupção.

 

Teoricamente o Governo está a agir muito bem quando propõe um abatimento
no IRS, a partir de 2013, a todos quantos apresentarem despesas até agora
passíveis de fugir ao controlo do fisco e especialmente à fuga de liquidação de
IVA. O Governo está de parabéns, se não estivesse a gozar connosco!

A gozar?!!! É verdade!

É que, - pasme, meu Caro Amigo e Leitor – a redução de 250 (duzentos e
cinquenta) euros no IRS implica a apresentação de facturas no valor total de
26.637 (vinte e seis mil seiscentos e trinta e sete) euros de despesas, ou
seja, qualquer coisa como 2.219,75 (dois mil duzentos e dezanove virgula
setenta e cinco) euros mensais! E nestas despesas não estão incluídas as de
telefone, água, electricidade e gás!

Ora 2.219,75 euros brutos não ganham muitíssimas famílias em cada mês!
Donde, só pode ser gozo!

Ora, se fossem brincar com o “Totta”, não faziam melhor?!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Luís Alves de Fraga às 09:51



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031