Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fio de Prumo



Segunda-feira, 05.10.09

5 de Outubro de 2009

 

 
O Presidente da República não preside às cerimónias comemorativas do 99.º aniversário da implantação da República no edifício da Câmara Municipal de Lisboa, porque, estando-se em período de campanha eleitoral, não quer interferir com a propaganda dos partidos.
 
Com o devido respeito que me merece o raciocínio de qualquer cidadão e, em particular, o do cidadão Presidente da República, gostaria de deixar aqui expressa a minha admiração por tão canhestra forma de pensar.
 
De facto, comemora-se a proclamação da República e não a fundação de qualquer dos partidos concorrentes aos mais variados cargos autárquicos da Câmara Municipal de Lisboa.
A República, da qual o Prof. Doutor Aníbal Cavaco Silva é Presidente, foi proclamada, há 99 anos, da varanda da Câmara Municipal de Lisboa. Isto é um facto histórico inalterável. A presença do Presidente da República naquele edifício destinava-se a cumprir uma tradição histórica, honrando a memória de José Relvas e de todos quantos há 99 anos, com grande alegria, escolheram aquele local para gritar aos Portugueses que a Monarquia tinha acabado. Confundir essa presença com um apoio ao presidente da edilidade em exercício é dar mostras de um raciocínio capaz de malabarismos e contorcionismos que me assusta e me permite levantar a dúvida quanto à origem de todas as recentes manobras feitas à volta do palácio de Belém.
Ceder a qualquer outra entidade a presença nas comemorações oficiais do 5 de Outubro não será demitir-se do significado histórico do acto? Não será como que dizer: «Quero lá saber da República e dos republicanos… O que eu não quero é confusões com os partidos políticos nem associar a minha pessoa à do Dr. António Costa»?
 
A “mulher de César precisa ser e parecer”, mas quando é e parece honesta em excesso, rondando o ridículo, dá oportunidade a pensamentos muito esquisitos. Ou serei eu quem está a ver de forma distorcida o que, afinal, é rectilíneo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Luís Alves de Fraga às 10:27


7 comentários

De Fernando Vouga a 05.10.2009 às 11:17

Caro Alves de Fraga

Não concordo consigo. A criatura faz muito bem. Se fosse presidir às cerimónias teria que botar fala e o PR sabe muito bem que, sempre que lhe sai alguma coisa da boca para fora, fica com mais um buraco no pé. Como o buraco anterior ainda não está sarado, este tiro seria extremamente doloroso e provocaria ainda mais esgares do que o costume.
De qualquer forma, lamento a desculpa esfarrapada na qual, como vai sendo hábito, ninguém nela acredita.

De António José Trancoso a 05.10.2009 às 12:31

Meu Caro e Bom Amigo
De facto,começa a ser assustador !
De cada vez que Cavaco Silva se manifesta, ou reforça insuportável tabu, ou sai mais um tiro no esburacado pé desta desastrada e inferior Presidência da República!
Pelos comentários que tenho ouvido, de muita gente comum e de todos os quadrantes políticos, a desilusão e a reprovação são unânimes.
Mais uma vez se prova que uma fraude bem vestida, não deixa de ser isso mesmo: uma fraude.
Um abraço.

De Sérgio Miguel a 05.10.2009 às 17:21

Ao que nós chegamos! Já nem o representante máximo do estado Português, cujo estatuto é, acho eu, a REPÚBLICA, pode comemorar nos devidos e históricos locais o feriado que celebra a implementação deste estatuto!
Tudo isto porque estamos em época de arruadas!!!
Isto também chega a este ponto porque, infelizmente, os meios de comunicação social desde País são a miséria que se pode confirmar dia após dia... uma mediocridade acima do desejável, qualquer caganita é uma notícia fantástica!!!!
E como tristemente vivemos em épocas mediáticas todos, incluindo o P.R., tem que marchar ao som desta banda!!!

De Mugabe a 06.10.2009 às 12:21

Teremos só que concluir em que palhaçada vivemos e que há quem se marimbe positiva e lentamente nas tradições e nas instituições, como é o caso do PR.
Cavaco limita-se a fazer o que lhe dizem, Cavaco não passa de “um Roberto de rua” dos nossos tempos.
Acreditem que tudo são “bolinhas de sabão” que o vento apaga.
Nada disto tem qualquer importancia, como nada disto faz avançar o que quer que seja.
De que República é que estaremos a falar ?

De José a 13.10.2009 às 09:17

O grande defeito do actual Presidente da Republica é não pertencer á Grande Loja, que estive no cerne da implantação da Republica e desde o 25Abril manobra os cordelinhos do Estado, o Presidente está fora e o tapete tem vindo a ser puxado, não é fácil .........
Aliado á falta de capacidade do homem para esta lides e muito mal aconselhado, com o horizonte da reeleição cada vez mais longínquo , quem não se lembra do " não devo comentar ", está preparado o cenário para por o homem fora e colocar lá alguém da Loja e fica de vez tudo controlado, é o que falta........da comunicação social aos altos dirigentes do estado, policias, tribunais.

De Fernando Vouga a 29.10.2009 às 10:51

Entretanto, Jorge Sampaio (ou sem pio?) esfrega as mãos de contente. Lá terá de se "sacrificar" mais uma vez, a bem da Nação, perdão, da Loja.

De CãoPincha a 21.10.2009 às 09:47

Também nos pareceu estranha a atitude de Cavaco Silva nestes últimos tempos. Por isso, no post sobre as CONFUSÕES e INSINUAÇÕES falámos nisso.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031