Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fio de Prumo



Domingo, 27.09.09

ADM e ADSE ou os "benefícios" dos militares

Imagem retirada, com a devida vénia, do blog «Aguarrem esses Burros»

 
Os Portugueses estão hoje a escolher a melhor solução, no seu entender, de Governo do nosso País. Há quatro anos e meio optaram por José Sócrates e por uma maioria absoluta. Tinham apanhado um “susto” com Santana Lopes e outro com a “fuga” de Durão Barroso. Pensaram que um Governo de estabilidade iria permitir relançar o consumo, a economia, equilibrar o deficit, aumentar o emprego, melhorar as condições de vida dos trabalhadores e dos pensionistas. Não foram precisos muitos meses de governação para começarem a perceber que os tempos iam ser de “aperto”; um “aperto” que não se compreendia, estando nós “amarrados” ao “comboio” da Europa.
 
Para garantir uma obediência absoluta, da parte de todos os trabalhadores portugueses, às novas regras de “aperto” um dos primeiros grupos sócio-profissionais a ser penalizado foi o militar. “Atacou-se” no que lhes dava uma boa cobertura sanitária e financeira: o apoio na doença. “Atacou-se” destruindo a Assistência na Doença.
Cada Ramo das Forças Armadas tinha o seu respectivo subsistema de saúde; o Governo determinou a unificação e uma aproximação ao subsistema dos servidores do Estado (ADSE). A entidade a quem foi atribuída a reorganização e gestão do sistema — IASFA — nunca mais conseguiu acertar o passo, nem pelo pior dos ritmos anteriores nem com o da dita ADSE.
 
Para que não seja tomada como mera crítica sem fundamento o que acabo de dizer, reproduzo, de seguida, o texto de uma mensagem recebida via Internet, da responsabilidade do TCor. Piçarra Chaves:
 
«Aqui vai mais uma situação real para o vale de lágrimas.
A minha mulher foi hoje à Clínica de Santo António, em Sacavém, fazer um exame, chamado Densitometria, ao abrigo de acordo com a ADM.
Aquando da inscrição, a empregada que a atendeu disse-lhe que tinha que pagar € 9,90.
Quando a minha mulher puxou da carteira para pagar a empregada pediu-lhe desculpa e disse-lhe que afinal tinha que pagar € 19,96 pois o valor de 9,90 era para a ADSE e não para a ADM.
À consideração superior e divulgue à vontade.
Chaves»
 
Fica aqui a denúncia pública para que quem tem a responsabilidade de solucionar situações desta natureza a assuma e corrija para benefício de todos os militares e respectivas famílias.
 
E, porque vem a propósito, em jeito de conclusão, aqui fica também uma estória verídica e que me ocorre à memória em certas circunstâncias.
 
Há muitos anos, contou-me um velho coronel de Administração Aeronáutica, cuja carreira militar havia começado no Exército, que um comandante de um regimento de Artilharia onde ele havia sido chefe de contabilidade, face à informação de impossibilidade legal de fazer certa despesa, lhe disse esta frase simples e, se calhar, muito verdadeira: — O pior dos males não é o Salazar, mas os “salazarinhos”!
Transpondo-a para a actualidade, poderia dizer: — Os piores dos males não são as decisões do Governo de Sócrates, mas a incompetência e a inércia dos “socratinhos”! Eles começam nos gabinetes ministeriais e chegam até às secretárias dos insignificantes seguranças!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Luís Alves de Fraga às 18:16


9 comentários

De Carlos Nuno a 28.09.2009 às 15:12

Caro Amigo e Senhor Cor. Fraga.
Voltamos às velhas lutas cujo tema é, e será será sempre, a degradação da nossa assitência na doença. Pretendem tapar-nos os olhos com a história dos acordos com entidades particulares. Só dois exemplos: Estomatologia -IOL - tinha acordo total. Na página do IASFA assim reza.É falso. Vamos lá e, afinal, só há acordo nos serviços mais simples e baratos. Nem num molde há acordo. Hospital da Luz. Marcar uma consulta de ortopedia pelo acordo, só para Novembro. A pagar, é para já. Sucedeu comigo e já comuniquei ao IASFA para verem com quem e em que condições é que se fazem os acordos.Mas o que interessa é que se diga que nós, militares, temos tudo e que o IASFA faça como Pilatos.
Um abraço.

De elias o dromedário III a 03.10.2009 às 12:43

Viva alguém me pode dizer onde neste blog se encontra o texto "Para saberes a PJ atacou em força no Hospital da Força Aérea e levou montes de provas do serviço de Estomatologia! Agora é com o Juiz encarregue - esperamos ..."~ É que na NET ao pesquisarmos ESTOMATOLOGIA HOSPITAL FORÇA AÉREA" aparece este descritor e depois não localizo onde está o comentário tão interessante e que é verdade verdadinha !!!!!!" VIVA O JUIZ QUE POR ALÍ ENTROU E QUE FAÇA BOM TRABALHO. SE NÃO FIZER LIGAMOS PARA O DE TORRES VEDRAS - A QUELE A QUE CONGELARAM A NOTA MUITO BOM QUE VEM CÁ TRATAR DISTO !!!!

De BOSTA DA TROPA a 17.12.2009 às 19:05

Meu amigo, procura e encontrarás!. Se não encontrares vai directamente lá à ao HFA "fonte do Mel" que é (era) a Estomatologia, porque já houve lá razia mas ainda não acabou. Ainda se vai fazendo por lá uma privadazita com o apoio e conivência dos senhores do Trono. Amén para quando chegar a altura. Bolas que a reforma da Saúde Militar está outra vez na gaveta.

De Sérgio Miguel a 28.09.2009 às 19:50

ADM - Agora Descontas Mais
E não bufas, acrescento...
Nos velhos tempos os militares descontavam 1% sobre o seu rendimento base para o IASFA proporcionar apoio social, etc, etc aos Militares...
Actualmente os Militares descontam, uns apenas no rendimento base, outros no rendimento base e suplemento de condição militar!, 1,5%
Não sei qual a admiração dos Senhores... neste País é sempre assim, quanto mais se desconta menos direitos, peço desculpa estou maluco!!!, menos regalias se têm!!!

De Carlos Nuno a 29.09.2009 às 10:18

Caro Senhor Miguel
Só um rectificação: não são regalias, são direitos adquiridos e é essa designação que confunde uma coisa com a outra e muita gente vai nisso. Eu não quero regalias. Eu quero, queria, era que não me fossem retirados os DIREITOS como, ultimamente, tem acontecido. Passar bem

De Sérgio Miguel a 29.09.2009 às 19:02

Pois...
Infelizmente não conheço o(s) caractere(s) para exprimir IRONIA em português escrito... eu bem lá escrevi os pontos de exclamação mas já vi que não foi suficiente...
Já agora aproveito para rectificar o valor actual de desconto... são 1.6%

Paga... Paga!!!

De ELIAS III a 01.11.2009 às 01:38

Meus amigos, vocês só se entreteém a criticar façam qualquer coisas pelo bem de todos da "FAmilia militar" como lhe chamam a coisa que não existe.
O IASFA só faz acordos da treta. Dá-se ao luxo de fazer acordos com clínicas apenas para os exames ou tratamentos que dão lucro á clínica.Depois é só apanhar o pacóvio ou pacóvia e sacar-lhe o dinheiro da carteira dizendo: para este tratamento não temos acordo!!
Bolas não há dignidade nos Hospitais militares que só dão cartões de visita para irmos ser roubados na medicina privada e não há nas convenções que só fazem vigarice nos débitos
E já agora preparem-se para pagar 2% do vencimento.
SALUS POPULI SUPREMA LEX - será que ninguém lê esta treta nas heráldicas

De Pedro a 29.09.2009 às 17:01

Meu caro Professor, espero com sinceridade que tivesse umas ferias maravilhosas, para carregar as baterias, para mais um ano. (de alunos chatos): Professor o problema, não são só os socretinos " do governo ou a eles ligados, o problema são os socretinos " na rua, refiro-me claro a população , os nossos governantes devem caracterizar ideais e características, assim como noções de vida de cada um, agora duas vezes o mesmo erro, e as politicas e em campanha serem como "promessa" serem as mesmas, isso não e engano, e ser-se da mesma opinião Lembro-me que há muito tempo o professor numa aula falo-nos da relação das pessoas com os militares, agora estenda-se o debate neste caso a; todas as classes profissionais. Em boa veradade o professor tem toda a razao, sempre partihei dessa opinião assim como fez muito bem em na mesma cadeira academica dar-nos a conhecer o trabalho do professor Jorge Dias e sua caracterizacao antropologica dos portugueses.
Se se aponta este governo como responsavel por males especificos e este mesmo governo tem duas vitorias folgadas (eletorais) entao e porque esses portugueses de certa forma apoiam estas situacoes, goste-se ou nao desta ideia o que afirmo, nao esta longe da realidade. MAS NAO E BONITO DE ADMITIR NEM DE IDENTIFICAR.

De CãoPincha a 31.10.2009 às 22:48

Com tantos «honestos» que andam por aí à solta, a reforma, a «barateza» e a rapidez da aplicação da Justiça faz muita falta. Senão teremos Baile Mandado em vez de «Contradanças».
A Saúde, a Educação e a Segurança também não podem ficar para trás e a Indústria tem de avançar.
Por isso, a maioria relativa é muito importante para ver se os nossos deputados da oposição, que formam agora a maioria absoluta, mordem, já que andaram a ladrar muito durante a campanha eleitoral.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930