Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fio de Prumo



Quarta-feira, 30.08.06

O primeiro aniversário

 

Passa hoje exactamente um ano que fiz aparecer no mundo cibernáutico o «Fio de Prumo».

Sem falsas modéstias, estou satisfeito com o resultado destes 365 dias decorridos. A minha satisfação não me vem dos factos denunciados — a maior parte das vezes, verdadeiros atentados aos militares, outras aos cidadãos portugueses em geral e, algumas, à humanidade em geral — mas da audiência e recepção que tiveram os apontamentos que fui lançando para o ar. Muitas foram as palavras de incentivo que recebi nos comentários deixados no blog ou mesmo pessoalmente. É provável que a amizade e simpatia tenham ditado muitas dessas manifestações. Contudo, fosse como fosse, foram um motivo para, em cada semana, procurar ir deixando mais uma crónica no «Fio de Prumo».

Só à guisa de mera recordatória gostaria de deixar dito que, neste ano, escrevi, para aqui figurarem, cento e dois apontamentos que mereceram trezentos e trinta e dois comentários. O número de visitas ao blog ultrapassa em muito aquele que está indicado no contador, porque este só começou a contagem em Março e, pelos valores de então até ao presente, a média de visitas mensais ao «Fio de Prumo» foi de 1.501. Digamos que estes algarismos me impõem respeito e responsabilidades, pelo menos, morais.

O instrumento que ajuda os pedreiros a verificar a verticalidade das paredes e colunas que constroem, tem sido o mesmo ao qual, em consciência, deito mão para medir os juízos que faço do comportamento de quem tem responsabilidade de governar e zelar pelo interesse da colectividade e não só de alguns.

Continuarei, no ano que agora se inicia, a olhar com olhos críticos a sociedade e os responsáveis. Não pelo prazer de «estar no contra», mas pela necessidade de, criticando, poder ajudar os meus leitores a olhar sob outros ângulos assuntos que, muitas vezes, são iludidos por quem devia usar de lisura e correcção para connosco.

Tenho de agradecer a todos quantos tiveram paciência para desbravar as explanações que fui deixando nas páginas virtuais deste quase diário pessoal.

Prometo que, dentro das limitações do tempo e da disponibilidade mental, continuarei como até aqui. De hoje a um ano farei novo balanço, se for caso de isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Luís Alves de Fraga às 18:01


6 comentários

De Carlos Camoesas a 30.08.2006 às 19:58

Parabéns ao Fio-de-prumo. Parabéns ao seu autor, Senhor (maiúscula propositada) Luís Alves de Fraga. Este blog é excelente, perdoem-me estar sempre a repetir, quando não concordo também o digo (muito raramente) e tenho a certeza que a qualidade se manterá.

Apenas um reparo ao post:
"...os apontamentos que fui lançando para o ar. Muitas foram as palavras de incentivo que recebi nos comentários deixados no blog ou mesmo pessoalmente. É provável que a amizade e simpatia tenham ditado muitas dessas manifestações."

Já pensou que também terá ocorrido o contrário?
Que talvez esses seus apontamentos tenham sido um incentivo a que outros sintam simpatia e amizade pela sua pessoa?

Mesmo aqueles que o não "conheçam" em pessoa, só posso falar por mim mas, não serei certamente o único.
Parabéns!

De Fernando Vouga a 30.08.2006 às 21:27

Caríssimo Fraga

Muitos parabéns pelo aniversário e também pela qualidade deste blog. É leitura que tenho feito com imenso gosto e que me tem dado temas para meditação.

Espero que mantenha a promessa de o continuar.

Um abraço amigo.

De António José Trancoso a 30.08.2006 às 22:47

Meu Caro Fraga:
O teu "Fio de Prumo" constitui uma belíssima homenagem à Liberdade que Abril restituiu a quem faz por a merecer, e, simultaneamente , o chicote moral necessário para zurzir os mentirosos, oportunistas sem vergonha, que se apropriaram, em proveito próprio, das generosas expectativas de dignificação de um Povo. Bem Hajas.

De Azoriana a 02.09.2006 às 15:02

Foi através de umas quadras que fiz há uns tempos que conheci este blog. Confesso que nem sempre o leio, confesso que o que li admirei muito pela maneira como o escreve que me cativa, sem sombra de dúvida, mas confesso, sobretudo, que sou fã deste grande Senhor e tive (e tenho, terei) provas de que é digno do meu total apreço e admiração.
Só não me perdoo por não ter chegado no próprio dia do 1º aniversário. Mas algo me impulsionou para aqui vir hoje. É que reli um poema que me fez um dia. E tantos mais sei que poderá colocar a navegar.
Espero que leia este comentário e sinta o meu sorriso de simpatia, gratidão e admiração.
Bem haja e Parabéns!

De Geraldo Estevens a 03.09.2006 às 12:13

Parabéns pelo aniversário do Fio de Prumo que considero de muita qualidade e grande interesse.
Orgulho-me por o Fio de Prumo ser da responsabilidade de um camarada de armas que muito estimo e aprecio.
Mantenha ,caro Fraga, a vontade e a coragem para continuar. Felicidades.

De CãoPincha a 16.08.2009 às 14:33

Parabéns pelo aniversário.
Temos gostado das suas intervenções nos vários posts que consultámos.
Esperamos que continue assim. .
CãoPincha.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2006

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031